Telemedicina no Japão: avaliações econômicas

Added June 2, 2020

Citation: Akiyama M, Yoo BK. A systematic review of the economic evaluation of telemedicine in Japan. Journal of Preventive Medicine and Public Health. 2016 Jul;49(4):183

 

O que é isso? A pandemia do Covid-19 está pressionando os sistemas de saúde. Pesquisas existentes sobre o uso da telemedicina podem gerar informações uteis para os formuladores de políticas.

Nesta revisão sistemática, os autores pesquisaram por avaliações econômicas de programas de telemedicina que foram implementados no Japão. Eles restringiram as buscas a artigos publicados em Inglês ou Japonês e fizeram a pesquisa em dezembro de 2014. Eles incluíram 17 avalizações econômicas, 6 cenários que estão a conectar médicos para consultas especializadas e 11 cenários que estão a conectar provedores de serviços de saúde com pacientes em suas casas.

O que funciona: O uso da telemedicina no Japão melhorou a eficiência econômica.

O que não funciona: Nada registado.

O que é incerto: A robustez da magnitude da razão do custo benefício descrito é incerta por causa da ausência de análises sensíveis. O impacto das regulamentações de subsídio público na razão entre custo benefício é incerta.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share