Supervisão à distância de pacientes com DPOC: os efeitos não são claros

Added April 16, 2020

Citation: Kruse C, Pesek B, Anderson M, Brennan K, Comfort H. Telemonitoring to manage chronic obstructive pulmonary disease: systematic literature review. JMIR Medical Informatics 2019; 7(1): e11496

De que se trata? A pandemia do COVID-19 tem provocado uma grande tensão nos sistemas de saúde, interferindo na rotina dos cuidados de saúde e assistência social de pessoas que já padecem de outras doenças. Formas de prestar esta assistência remotamente incluem está a supervisão à distância de estados como a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).

Nesta revisão sistemática, os autores pesquisaram estudos sobre o uso da supervisão à distância no tratamento de pacientes com DPOC. Limitaram a pesquisa a artigos publicados em inglês entre 1 de fevereiro de 2011 e 1 de fevereiro de 2017. Identificaram 29 estudos elegíveis.

O que funciona: Nada registado.

O que não funciona: Nada registado.

O que é incerto:Os efeitos da supervisão à distância de pacientes com DPOC foram inconclusivos. Embora alguns estudos afirmem que a supervisão à distância de pacientes com DPOC reduza a necessidade de consultas presenciais, permita uma melhor gestão da doença e reforce a relação médico-paciente, outros estudos não encontraram benefícios, mas sim obstáculos importantes como a baixa qualidade dos dados, a sobrecarga da equipa médica e custos elevados.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share