Substituição de médicos por enfermeiros nos cuidados primários

Added April 18, 2020

Citation: Laurant M, van der Biezen M, Wijers N, et al. Nurses as substitutes for doctors in primary care. Cochrane Database of Systematic Reviews 2018; (7): CD001271

De que se trata? A pandemia do COVID-19 está a colocar uma enorme pressão sobre os sistemas e os profissionais de saúde. Uma maneira de amenizar a situação seria a transferência dos cuidados de alguns grupos de pacientes de profissionais de saúde mais especializados para outros menos especializados, por exemplo, a transferência de certas tarefas de médicos para enfermeiros.

Nesta revisão sistemática Cochrane, os autores procuraram ensaios aleatorizados sobre os efeitos da substituição de médicos por enfermeiros. Fizeram a sua pesquisa mais recente em março de 2017, e identificaram 17 ensaios de países de rendimento alto e um ensaio de um país de rendimento médio. Um resumo desta revisão está disponível aqui [https://epoc.cochrane.org/sites/epoc.cochrane.org/files/public/uploads/PDF_summaries/taskshifting_dr_to_nurse_effect_final.pdf]. Também há uma Revisão Cochrane relacionada com esta, sobre a evidência qualitativa de fatores que influenciam a implementação da substituição de médicos por enfermeiros. Um resumo das considerações identificadas para a implementação está disponível aqui

[https://epoc.cochrane.org/sites/epoc.cochrane.org/files/public/uploads/PDF_summaries/taskshifting_dr_to_nurse_qes_final.pdf]

O que funciona: A prestação de cuidados de saúde primários por parte de enfermeiros ao invés de médicos provavelmente resulta em pacientes com uma saúde semelhante ou melhor, e resulta numa maior satisfação por parte do paciente.

Os enfermeiros provavelmente dão consultas mais longas aos pacientes.

O uso de enfermeiros ao invés de médicos faz pouca ou nenhuma diferença no número de receitas médicas emitidas e nas requisições de testes.

O que não funciona: Nada registado.

O que não é claro: Os efeitos do uso de enfermeiros ao invés de médicos na quantidade de informações oferecidas aos pacientes, no grau em que as diretrizes são respeitadas e no custo dos cuidados de saúde não são claros.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share