Sistemas computadorizados clínicos de apoio a decisões para os cuidados primários preventivos

Added May 29, 2020

Citation: Souza NM, Sebaldt RJ, Mackay JA, et al. Computerized clinical decision support systems for primary preventive care: a decision-maker-researcher partnership systematic review of effects on process of care and patient outcomes. Implementation Science 2011; 6(1): 87

DOI: 10.1186/1748-5908-6-87

De que se trata? A pandemia de COVID-19 está impondo uma enorme pressão sobre os sistemas e profissionais de saúde. Pesquisas existentes sobre o uso de sistemas computadorizados clínicos de apoio a decisões nos cuidados primários podem fornecer informações aos responsáveis políticos para ajudar com isto.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram por ensaios aleatórios avaliando os sistemas computadorizados clínicos de apoio a decisões nos cenários de cuidados primários preventivos. Não restringiram a pesquisa por linguagem de publicação e fizeram a busca mais recente em janeiro de 2010. Foram identificados 41 ensaios aleatórios originando do Canadá (3 estudos), da Itália (1), da Holanda (1), da Nova Zelândia (1), da Espanha (1), do Reino Unido (5), e dos Estados Unidos (29).

O que funciona: Sistemas computadorizados clínicos de apoio a decisões são benéficos para a triagem e tratamento da dislipidemia nos cuidados primários.

No período em que essa revisão foi feita, as evidências foram contraditórias em termos da efetividade de sistemas computadorizados clínicos de apoio a decisões para a triagem de câncer e condições de saúde mental, múltiplas atividades de cuidados preventivos, vacinações e outras medidas de intervenções de cuidados preventivos.

O que não funciona: Nada a observar.

O que é incerto: Baseado nos estudos inclusos nesta revisão, os efeitos de sistemas computadorizados clínicos de apoio a decisões nos resultados, na segurança, e nos custos dos cuidados dos pacientes, além do nível de satisfação dos provedores, são incertos.

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share