Sincronização da medicação por marcação

Added May 30, 2020

Citation: Nguyen E, Sobieraj DM. The impact of appointment-based medication synchronization on medication taking behaviour and health outcomes: A systematic review. Journal of Clinical Pharmacy and Therapeutics 2017; 42(4): 404-13

De que se trata? A pandemia da COVID-19 está a colocar pressão sobre os serviços de saúde. A investigação existente sobre os efeitos das intervenções que se destinam a melhorar a adesão do doente à terapêutica, tais como a renovação da medicação crónica através de um modelo por marcação (ABM, pela sigla em inglês), pode facultar informações úteis aos decisores políticos.

Nesta revisão sistemática, os autores pesquisaram estudos comparativos de eficácia do impacto da sincronização do ABM na renovação das receitas médicas relativamente ao comportamento da toma de medicamentos, e aos resultados clínicos e de custos. Restringiram a sua pesquisa a artigos publicados em inglês, e fizeram-na em fevereiro de 2017. Incluíram 1 ensaio aleatorizado, 1 estudo quasi-experimental e 3 estudos de observação, todos dos Estados Unidos.

Resultados: O ABM pode melhorar a adesão terapêutica de pacientes com doenças crónicas, embora o ensaio aleatorizado de doentes com hipertensão não tenha encontrado melhorias na adesão ao regime medicamentoso no grupo de intervenção do ABM.

O ABM pode gerar redução de custos.

Os efeitos do ABM no recurso a serviços de saúde, resultados clínicos, e satisfação do doente e prestador são incertos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share