Serviços farmacêuticos prestados em clínicas de medicina geral

Added June 7, 2020

Citation: Tan E, Stewart K, Elliott R, et al. Pharmacist services provided in general practice clinics: a systematic review and meta-analysis. Research in Social and Administrative Pharmacy 2014; 10: 608-22

De que se trata? A pandemia da COVID-19 está a sobrecarregar os serviços de saúde. A investigação existente sobre os efeitos das práticas de colaboração entre farmacêuticos e clínicos gerais poderá facultar informações úteis aos decisores políticos, por exemplo para o controlo dos fatores de risco de complicações e fracos resultados da COVID-19, tais como doenças cardíacas, diabetes e obesidade, e para a melhoria dos resultados dos doentes.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram ensaios aleatorizados do impacto da presença de farmacêuticos em consultórios de medicina geral e do trabalho colaborativo com o pessoal do consultório. Restringiram a sua pesquisa a estudos publicados em língua inglesa entre 1966 e 2013. Incluíram 38 estudos. Os estudos incluíram populações específicas de doentes (por exemplo, pacientes com doenças cardiovasculares) (29 estudos) ou populações de doentes mais abrangentes (9). Os revisores não avaliaram formalmente a certeza (qualidade) dos factos, mas fizeram uma avaliação do risco de viés para cada ensaio.

Resultados: A prestação de serviços farmacêuticos em medicina geral estava associada a melhorias na pressão arterial, no controlo da glicemia, nos níveis de colesterol e nos níveis de risco cardiovascular, em comparação com os cuidados habituais.

As intervenções dos farmacêuticos em consultórios de medicina geral pareciam melhorar a qualidade e a adequação das receitas médicas.

Não foi reportado qualquer impacto das intervenções dos farmacêuticos em medicina geral sobre sintomas, qualidade de vida, satisfação do paciente e custos médicos.

A rentabilidade, impactos na saúde a longo prazo e viabilidade da presença de serviços farmacêuticos em clínicas gerais são incertos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share