Prevenção de consultas e internamentos de emergência para idosos com comprometimento cognitivo

Added August 10, 2020

Citation: Gagnon-Roy M, Hami B, Généreux M, et al. Preventing emergency department (ED) visits and hospitalisations of older adults with cognitive impairment compared with the general senior population: what do we know about avoidable incidents? Results from a scoping review. BMJ open. 2018 Apr 1;8(4):e019908.

De que se trata? A pandemia de Covid-19 está a colocar pressão sobre os serviços de saúde. As pesquisas existentes sobre a prevenção de visitas desnecessárias de idosos com problemas cognitivos aos departamentos de emergência (DE) podem fornecer informações úteis para os formuladores de políticas.

Nesta revisão abrangente, os autores procuraram estudos que examinassem incidentes evitáveis que levassem a visitas a departamentos de emergência e hospitalizações por idosos com comprometimento cognitivo e possíveis medidas preventivas. Restringiram as suas pesquisas a artigos publicados em inglês e francês entre 1996 e abril de 2017. Incluíram 67 estudos, da Austrália e Nova Zelândia (3 estudos), Canadá (23), França (2), Suécia (2), Reino Unido (6) e EUA (21).

O que foi encontrado: Os incidentes evitáveis mais comumente mencionados, que levam a visitas ao departamento de emergência e hospitalizações por idosos com comprometimento cognitivo, foram quedas, acidentes de trânsito, queimaduras e danos por autonegligência ou peregrinação.

Possíveis medidas preventivas para visitas desnecessárias ao departamento de emergência e hospitalizações para idosos com comprometimento cognitivo incluíram modificações no ambiente ou nos hábitos das pessoas, medidas governamentais e uma equipe multidisciplinar no departamento de emergência, mas os efeitos são incertos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share