Posição de barriga para baixo durante a ventilação mecânica em pacientes graves

Added April 14, 2020

Citation: Bloomfield R, Noble DW, Sudlow A. Prone position for acute respiratory failure in adults. Cochrane Database of Systematic Reviews 2015; (11): CD008095

O que é isto? Alguns pacientes com COVID-19 ficarão gravemente doentes e desenvolverão síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA). Podem necessitar de ventilação mecânica (VM) numa unidade de cuidados intensivos (UCI). Para esse efeito, podem ser colocados deitados com a barriga para baixo, em vez de estarem numa posição de barriga para cima ou de lado.

Nesta revisão sistemática da Cochrane, os autores procuraram ensaios aleatorizados sobre os efeitos do uso da posição de barriga para baixo ao invés de barriga para cima ou de posição inclinada em quarenta e cinco graus durante VM convencional para adultos com insuficiência respiratória aguda. Não restringiram por idioma de publicação, e fizeram as suas pesquisas em Junho de 2015. Eles incluíram 9 estudos (2165 participantes), e identificaram outros 5 estudos que aguardam classificação numa futura actualização da revisão.

O que funciona: Os estudos sugerem que os pacientes nos quais foram utilizados o posicionamento precoce de barriga para baixo ou a adopção prolongada da posição de barriga para baixo, ou os que têm severa falta de oxigenação, são menos propensos a morrer.

O que não funciona: Nada registado.

O que é incerto: o grupo de pacientes em que a posição de barriga para baixo não é boa é incerto.

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share