Plasma convalescente como um possível tratamento para COVID-19

Added August 10, 2020

De que se trata?

O plasma convalescente e a imunoglobulina hiperimune foram sugeridos como possíveis tratamentos para COVID-19; e várias revisões sistemáticas foram feitas. Mais detalhes dessas revisões, incluindo citações e links para elas, são fornecidos mais adiante neste resumo.

O que foi encontrado:

Até o momento da versão de julho de 2020 de Piechotta et al.  da revisão rápida Cochrane, os estudos incluídos mostraram que os benefícios e malefícios do uso de plasma convalescente ou imunoglobulina hiperimune para pacientes com COVID-19 são muito incertos, com apenas evidências de certeza muito baixas de que o plasma convalescente é um tratamento seguro para COVID-19. A revisão está a ser atualizada periodicamente como uma revisão sistemática viva.

Até o momento da revisão de Rajendran et al. (2020), os estudos incluídos foram considerados de baixa qualidade com alto risco de viés, mas foram relatadas evidências promissoras sobre a eficácia e a segurança do tratamento com plasma convalescente.

Devasenapatia et al. (2020) concluíram que estudos de infeções respiratórias graves não-COVID-19 fornecem evidências indiretas de qualidade muito baixa de que o plasma convalescente pode ter um benefício mínimo ou nenhum benefício para pacientes com COVID-19, e evidências de baixa qualidade de que não causa efeitos adversos graves.

Mair-Jenkins et al. (2015) relataram que há evidências de qualidade muito baixa e baixa de que o plasma convalescente pode reduzir a mortalidade em pacientes com infeções respiratórias virais agudas graves, se administrado logo após o início dos sintomas, em comparação com a terapia com placebo ou sem terapia.

Quais são as revisões:

Citation: Piechotta V, Chai KL, Valk SJ, et al. Convalescent plasma or hyperimmune immunoglobulin for people with COVID‐19: a living systematic review. Cochrane Database of Systematic Reviews 2020;(7):CD013600

Nesta revisão rápida Cochrane, os autores buscaram estudos que avaliaram plasma convalescente ou imunoglobulina hiperimune para pessoas com COVID ‐ 19, independentemente da gravidade da doença, idade, sexo ou etnia. Eles não restringiram as suas pesquisas por tipo ou idioma de publicação e buscaram artigos publicados entre 1 de janeiro de 2019 e 23 de abril de 2020. Na versão de 10 de julho de 2020 desta revisão viva (10 de julho de 2020), eles incluíram 1 ensaio randomizado, 3 estudos não randomizados controlados e 16 estudos não controlados não randomizados (total: 5443 participantes, dos quais 5211 receberam plasma convalescente). O risco geral de viés nos estudos incluídos foi determinado como alto. Os autores também identificaram outros 98 estudos em andamento, dos quais 50 eram ensaios randomizados. Um podcast está disponível aqui [https://www.cochrane.org/podcasts/10.1002/14651858.CD013600.pub2].

Citation: Rajendran K, Narayanasamy K, Rangarajan J, et al. Convalescent plasma transfusion for the treatment of COVID‐19: Systematic review. Journal of Medical Virology. 2020 May 1.

Nesta revisão rápida, os autores buscaram por estudos sobre os efeitos de transfusões de plasma convalescente para pacientes da COVID-19. Eles restringiram sua pesquisa a artigos publicados entre 1 de dezembro de 2019 e 19 de abril de 2020. Eles não restringiram suas pesquisas por idioma de publicação. Eles incluíram 5 estudos da Ásia (total: 27 pacientes), que incluem 1 estudo piloto e 4 estudos descritivos.

Citation: Devasenapathy N, Ye Z, Loeb M, et al. Efficacy and safety of convalescent plasma for severe COVID-19 based on evidence in other severe respiratory viral infections: a systematic review and meta-analysis. CMAJ. 2020 Jul 06;192(27):E745-55.

Nesta revisão sistemática e meta-análise, os autores procuraram estudos dos efeitos do plasma convalescente em infeções respiratórias graves (incluindo infeções por coronavírus, influenza e Ebola). Eles terminaram suas pesquisas em março de 2020 e incluíram 4 estudos randomizados, 1 estudo prospectivo não randomizado e 1 estudo de coorte retrospectivo. Nenhum dos estudos incluiu pacientes da COVID-19.

Citation: Mair-Jenkins J, Saavedra-Campos M, Baillie JK, et al. The effectiveness of convalescent plasma and hyperimmune immunoglobulin for the treatment of severe acute respiratory infections of viral etiology: a systematic review and exploratory meta-analysis. The Journal of infectious diseases. 2015 Jan 1;211(1):80-90.

Nesta revisão sistemática e meta-análise, os autores buscaram estudos que avaliassem os efeitos do plasma convalescente ou imunoglobulina hiperimune no tratamento de infeções respiratórias virais agudas graves em pacientes hospitalizados. Eles não restringiram suas pesquisas por idioma ou data de publicação e fizeram a pesquisa em julho de 2013. Eles incluíram 32 estudos na síntese narrativa, dos quais 27 foram incluídos na meta-análise.

Other Reviews of this Topic:

Citation: Sun M, Xu Y, He H, et al. Potential effective treatment for COVID-19: systematic review and meta-analysis of the severe infectious disease with convalescent plasma therapy. International Journal of Infectious Diseases. 2020 Sep;98:334-46

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share