Partilha de locais de cuidados de especialidade e primários

Added June 7, 2020

Citation: Elrashidi MY, Mohammed K, Bora PR, et al. Co-located specialty care within primary care practice settings: A systematic review and meta-analysis. Healthcare 2018; 6(1): 52-66

Free to view: No

De que se trata? A pandemia da COVID-19 está a colocar pressão sobre os serviços de saúde. A investigação existente sobre a presença de médicos especialistas em unidades de cuidados primários pode facultar informação aos decisores políticos.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram ensaios aleatórios e estudos de observação que avaliassem o resultado da presença de médicos especialistas em unidades de cuidados primários. A pesquisa foi realizada em fevereiro de 2015. Identificaram 5 ensaios aleatorizados individuais, 4 ensaios aleatorizados de grupos e 13 estudos de observação. De um total de 22 estudos, 14 foram realizados nos EUA. Os serviços de especialidade estudados foram: comportamentos de saúde (15 estudos), cardiologia (1 estudo), cuidados da diabetes (3 estudos), geriatria (1 estudo), doença infecciosa (1 estudo) e nefrologia (1 estudo). Em geral considerou-se de moderado a elevado o risco de viés nos presentes estudos.

Resultados: A partilha de locais de cuidados especializados em unidades de cuidados primários aumentou a satisfação e a qualidade de vida de doentes e prestadores de cuidados primários.

A partilha de locais de cuidados especializados em unidades de cuidados primários aumentou as consultas externas, diminuiu o tempo de espera das consultas e reduziu os custos.

Por norma e em certas especialidades, o impacto nos resultados clínicos devido à partilha de locais de cuidados especializados em unidades de cuidados primários é incerto.

Aviso LegalEste resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share