Pagamentos comparticipados para serviços de cuidados de saúde

Added June 9, 2020

Citation: Kiil A, Houlberg K. How does copayment for health care services affect demand, health and redistribution? A systematic review of the empirical evidence from 1990 to 2011. European Journal of Health Economics 2014; 15: 813–28

De que se trata? A COVID-19 está a colocar uma grande pressão sobre os sistemas e recursos de saúde. As pesquisas existentes acerca dos mecanismos de comparticipação de cuidados de saúde podem facultar informações importantes aos decisores políticos.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram por estudos sobre os efeitos dos custos para o utilizador sobre os serviços de saúde. As pesquisas foram restringidas a artigos publicados em Dinamarquês, Inglês e Sueco entre 1990 e dezembro de 2011. E incluíram 47 estudos, todos de países de rendimentos elevados.

O que se concluiu: A maioria dos estudos concluiu que o pagamento comparticipado reduz a utilização de medicamentos de prescrição, consultas com médicos de clínica geral e especialistas, e cuidado ambulatório; reduzindo desta forma os custos de saúde.

Os indivíduos de baixo rendimento e com necessidades de cuidados particulares conseguiram reduzir o recurso aos cuidados de saúde de forma generalizada em função do pagamento comparticipado.

A comparticipação de pagamentos involve alguns compromissos económicos e políticos importantes

Não houve um efeito significativo de pagamentos comparticipados sobre hospitalizações.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share