Obesidade e COVID-19 (busca feita no dia 14 de abril de 2020)

Added August 6, 2020

Citation: Tamara A, Tahapary DL. Obesity as a predictor for a poor prognosis of COVID-19: A systematic review. Diabetes & Metabolic Syndrome: Clinical Research & Reviews. 2020 Jul-Aug:14(4):655-9.

De que se trata? Pacientes que sofrem da COVID-19, e que têm comorbidades como a obesidade, podem correr maior risco de sofrer consequências mais graves.

Nesta rápida análise, os autores buscaram estudos sobre o efeito do índice de massa corporal (IMC), na necessidade de tratamento intensivo para pacientes com COVID-19. As buscas foram restritas aos artigos publicados em inglês ou em indonésio, e a busca mais recente foi feita em 14 de abril de 2020. Foram incluídos três estudos de coorte retrospectivos (806 pacientes) da China, França e Estados Unidos; e a qualidade das provas de cada estudo foi classificada como superior.

O que foi revelado: No momento da análise, os estudos incluídos revelaram que os pacientes obesos, com COVID-19, podem ter uma maior necessidade de ventilação mecânica invasiva, quando comparado com os pacientes da COVID-19, com peso normal.

No momento da análise, os estudos incluídos revelaram que os pacientes de COVID-19 mais jovens (com menos de 60 anos de idade), com obesidade de grau I e II, tiveram uma maior taxa de internação e uma maior necessidade de cuidados intensivos, quando comparados aos pacientes com peso normal e aos pacientes que são obesos.

No momento da análise, os estudos incluídos revelaram que os indivíduos obesos devem ser tratados como população de maior risco, e que a obesidade pode aumentar a suscetibilidade das pessoas desenvolverem uma COVID-19 severa.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share