Mobilização precoce ou exercício ativo para doentes na UCI em estado crítico

Added April 27, 2020

Citation: Doiron K, Hoffman T, Beller E. Early intervention (mobilization or active exercise) for critically ill adults in the intensive care unit. Cochrane Database of Systematic Reviews 2018; (3): CD010754

O que é isto? Alguns doentes com COVID-19 vão ficar em estado crítico e precisar de receber tratamento numa unidade de cuidados intensivos (UCI), podendo ainda precisar de ventilação mecânica. Alguns doentes vão desenvolver complicações, como fraqueza muscular, deficiências cognitivas, dificuldades psicológicas, habilidade física funcional reduzida e baixa qualidade de vida. A mobilização precoce e o exercício ativo podem ser utilizados para tentarem previnir estas complicações.

Nesta revisão sistemática da Cochrane, os autores pesquisaram estudos aleatórios e pseudo-aleatórios que avaliam os efeitos de começar uma intervenção precoce (mobilização ou exercício ativo) na UCI em adultos em estado crítico. Não restringiram a sua pesquisa por tipo ou idioma de publicação, e fizeram-na no mês de agosto de 2017. Eles incluíram 4 estudos randomizados (690 participantes) e identificaram mais 3 estudos em andamento e 4 estudos aguardando classificação.

O que funciona: Nada a observar.

O que não funciona: Nada a observar.

O que é incerto: Apesar de que o início da mobilização ou do exercício ativo enquanto os doentes críticos estejam na UCI possa melhorar o seu estado funcional na alta hospitalar, os efeitos n outros desfechos (incluindo a sua função física, desempenho e qualidade de vida relacionada com a saúde) são incertos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

 

Share