Intervenções para conter a transmissão da gripe pandémica:

Added April 22, 2020

Citation: Saunders-Hastings P, Reisman J, Krewski D. Assessing the state of knowledge regarding the effectiveness of interventions to contain pandemic influenza transmission: a systematic review and narrative synthesis. PLOS One 2016; 11(12): e0168262

De que se trata? É provável que uma variedade de intervenções seja utilizada para limitar o impacto da pandemia da COVID-19. Os factos sobre as intervenções que foram usadas para reduzir a transmissão e a infecção da gripe pandémica podem ajudar no desenvolvimento de estratégias para a gestão da COVID-19.

Nesta avaliação sistemática e nas sínteses narrativas, os autores procuraram revisões sistemáticas e meta-análises existentes, examinando os efeitos das intervenções farmacêuticas e não farmacêuticas na contenção da transmissão da gripe pandémica. Fizeram as suas buscas em julho de 2016 sem as limitar por data nem por linguagem de publicação. Examinaram 17 avaliações, e as conclusões que podem ser mais relevantes para a COVID-19 são observadas abaixo.

O que funciona: Usar uma máscara facial em conjunto com a higiene das mãos reduz a infeção em comparação apenas com a higiene das mãos durante uma pandemia de gripe.

O fechamento das escolas reduziu os contactos com pessoas infectadas durante uma pandemia de gripe.

A profilaxia antiviral e o tratamento antiviral recebidos dentro de 48 horas após o início dos sintomas tiveram alguns benefícios sobre a ausência de tratamento durante uma pandemia de gripe.

O que não funciona: A terapia corticosteroide não mostrou nenhum benefício quando usada para tratar lesões pulmonares agudas e um aumento significativo da infecção nosocomial e da mortalidade durante uma pandemia de gripe.

O que é incerto: Os efeitos de muitas intervenções não farmacológicas (incluindo medidas de controlo nas fronteiras) são incertos durante uma pandemia de gripe, devido à falta de dados comprovados de alta qualidade.

Não existem provas suficientes para determinar os efeitos da oxigenação por membrana extracorpórea para a insuficiência respiratória associada à gripe durante uma pandemia.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share