Intervenções para ajudar pacientes frequentes em cuidado de saúde primários

Added May 1, 2020

Citation: Haroun D, Smits F, van Etten-Jamaludin F, et al. The effects of interventions on quality of life, morbidity and consultation frequency in frequent attenders in primary care: A systematic review. European Journal of General Practice 2016; 22(2): 71-82

De que se trata? O COVID-19 está a colocar uma enorme pressão sobre os sistemas de saúde. Há pesquisas que procuraram maneiras de reduzir visitas frequentes a assistência básica, as quais podem providenciar informação para aliviar o fardo no sistema de saúde e melhorar a qualidade de vida dos pacientes frequentes.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram ensaios aleatorizados sobre os efeitos de intervenções tomadas com a intenção de reduzir a frequência de visitas a cuidados de saúde primários na qualidade de vida, morbidade e a frequência de consultas. Restringiram a sua pesquisa a artigos publicados de 1980 a 2015, mas não restringiram pela língua da publicação e fizeram a pesquisa em agosto de 2015. Obtiveram 17 ensaios abrangendo uma variedade de pacientes frequentes.

Resultados: Consultas personalizadas para cada paciente reduziram moderadamente a frequência de consultas pelos pacientes frequentes em cuidados de saúde primários.

Um programa de combate à depressão promoveu modestamente a qualidade de vida e dias sem depressão nos pacientes frequentes em cuidados de saúde primários.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share