Infeções nosocomiais entre pacientes com coronavírus (pesquisa feita a 31 de março de 2020)

Added September 15, 2020

Citation: Zhou Q, Gao Y, Wang X et al. Nosocomial Infections Among Patients with COVID-19, SARS and MERS: A Rapid Review and Meta-Analysis. Annals of Translational Medicine 2020 May;8(10):629.

De que se trata? Muitos pacientes com COVID-19 precisarão de ir a hospitais, aumentando potencialmente o risco de infeções adquiridas em hospitais (também conhecidas como infeções nosocomiais).

Nesta revisão rápida, os autores procuraram estudos que relatassem a proporção de casos de COVID-19, SARS e MERS que foram infetados em unidades de saúde e sobre infeções entre equipas médicas e surtos em hospitais. Não restringiram as suas pesquisas por data ou idioma e fizeram a pesquisa a 31 de março de 2020. Incluíram 40 estudos, que eram do Canadá (2 estudos), China (23), Hong Kong (2), Jordânia (1), Arábia Saudita (7), Coreia do Sul (3) e Cingapura (1), com 1 não declarado.

O que foi encontrado: No momento desta revisão, os estudos incluídos mostraram que a proporção de infeções nosocomiais era de aproximadamente 44% nos primeiros surtos de COVID-19.

No momento desta revisão, os estudos incluídos mostraram que um terço dos pacientes com infeções nosocomiais COVID-19 pertenciam à equipa médica. Enfermeiros e médicos foram os mais afetados entre a equipa médica infetada.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share