https://evidenceaid.org/resource/interventions-de-soutien-a-lautogestion-pour-les-personnes-atteintes-de-maladies-chroniques/

Added August 7, 2020

Citation: Franek J. Self-management support interventions for persons with chronic disease: an evidence-based analysis. Ontario health technology assessment series. 2013;13(9):1-60.

De que se trata? A pandemia de COVID-19 está a fazer pressão sobre os serviços de saúde, trabalhadores e pacientes, obrigando alguns pacientes a autogerir condições crónicas. As evidências existentes sobre intervenções de apoio à autogestão de condições crónicas podem fornecer informações úteis para os legisladores políticos.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram estudos aleatórios de intervenções de apoio à autogestão de doenças crónicas gerais. Limitaram as suas pesquisas a artigos publicados em inglês entre janeiro de 2000 e janeiro de 2012. Foram incluídos 10 estudos aleatórios (6074 pacientes), 9 dos quais avaliaram o programa de autogestão da doença crónica de Stanford. O autor da revisão classificou a qualidade das evidências como baixa ou muito baixa.

O que foi apurado: O programa de autogestão da doença crónica de Stanford levou a uma melhoria modesta e de curto prazo na dor, incapacidade, fadiga, depressão, problemas de saúde, auto-avaliação da saúde e na qualidade de vida relacionada com a saúde quando comparada aos cuidados habituais.

No entanto, não reduziu o número de consultas médicas de cuidados primários, visitas aos serviços de emergência, dias de internamento ou número de vezes que um paciente foi hospitalizado; e os efeitos sobre os resultados a longo prazo e alguns resultados clínicos importantes são incertos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share