Coinfecção bacteriana e fúngica em indivíduos com COVID-19 (pesquisa realizada a 18 de abril de 2020)

Added July 6, 2020

Citation: Rawson TM, Moore LS, Zhu N, et al. Bacterial and fungal co-infection in individuals with coronavirus: A rapid review to support COVID-19 antimicrobial prescribing. Clinical Infectious Diseases. 2020 May 2.

De que se trata? A identificação de co-infecção bacteriana e fúngica em pacientes com COVID-19 poderia fornecer informações úteis aos decisores políticos e aos profissionais de saúde.

Nesta análise rápida, os autores pesquisaram artigos que reportam dados clínicos de pacientes infectados com coronavírus e com uma co-infecção bacteriana ou fúngica em ambiente hospitalar. As suas pesquisas limitaram-se a artigos publicados em inglês, mandarim e italiano entre 1 de janeiro de 2000 e 18 de abril de 2020. Foram incluídos 9 estudos que relataram co-infecção bacteriana / fúngica em pacientes com COVID-19, bem como estudos de SARS (5 estudos), MERS (1) e outros coronavírus (3).

O que foi constatado: À data desta análise, os estudos incluídos mostraram que 8% dos pacientes com COVID-19 reportaram co-infecção bacteriana ou fúngica durante o internamento hospitalar, e 72% dos casos com COVID-19 receberam terapia antibacteriana.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share