Cloroquina: evidência pré-clínica é suficiente para justificar a investigação clínica dos seus efeitos no COVID-19

Added April 8, 2020

Citation: Cortegiani A,  Ingoglia G,  Ippolito M,  et al. A systematic review on the efficacy and safety of chloroquine for the treatment of COVID-19. Journal of Critical Care 2020  [Epub ahead of print]

De que se trata? Atualmente (26 de março de 2020), ainda não existe nenhum tratamento eficaz conhecido para o COVID-19. Vários medicamentos foram sugeridos como potenciais tratamentos, incluindo a cloroquina.

Nesta revisão sistemática rápida, os autores procuraram estudos de qualquer género que avaliassem a eficácia e a segurança da cloroquina e de formulações relacionadas com a cloroquina em pacientes diagnosticados com pneumonia derivada da infecção por COVID-19 (incluindo estudos em curso) ou estudos in vitro. Não limitaram por data nem idioma de publicação, e fizeram a sua pesquisa a 1 de março de 2020. Incluíram um relatório descritivo, um estudo in vitro, um editorial, um artigo sobre o consenso dos especialistas e dois documentos de orientação nacionais. Também identificaram 23 ensaios clínicos em curso.

O que faz efeito: Nada registado.

O que não faz efeito: Nada registado.

O que não se sabe: Os potenciais benefícios e danos da cloroquina em pacientes com COVID-19 não são claros, mas a evidência pré-clínica existente é suficiente para justificar a investigação clínica dos seus efeitos.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share