Agentes biocidas inativam coronavírus em superfícies inanimadas (pesquisa feita a 28 de janeiro de 2020)

Added July 14, 2020

Citation: Kampf G, Todt D, Pfaender S, et al. Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and its inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection. 2020 Mar;104(3):246-51.

De que se trata? As intervenções de prevenção e controlo de infeções são especialmente importantes durante a pandemia de COVID-19.

Nesta rápida revisão, os autores procuraram estudos sobre a persistência de coronavírus humano e veterinário em superfícies inanimadas e sua inativação com agentes biocidas. Restringiram a sua pesquisa ao banco de dados MEDLINE, a 28 de janeiro de 2020. Incluíram 22 estudos.

O que foi encontrado: No momento desta revisão, os estudos incluídos mostraram que os coronavírus podem permanecer infeciosos em superfícies inanimadas por até 9 dias, embora temperaturas acima de 30 ° C possam reduzir a persistência.

No momento desta revisão, os estudos incluídos mostraram que os coronavírus podem ser inativados num 1 minuto por procedimentos de desinfeção de superfícies com etanol, peróxido de hidrogénio a 0,5% em forma acelerada ou hipoclorito de sódio a 0,1%.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share