Acesso online de pacientes ao registo de saúde eletrónico e serviços online associados

Added June 10, 2020

Citation: Mold F, de Lusignan S, Sheikh A, et al. Patients’ online access to their electronic health records and linked online services: a systematic review in primary care. British Journal of General Practice 2015; 65(632): e141-51

De que se trata? A pandemia Covid-19 está a colocar pressão sobre os serviços de saúde. As investigações existentes acerca de fornecer acesso online aos pacientes dos respetivos registos de saúde (ou médicos) eletrónicos (EHR) e os cuidados centrados no paciente podem fornecer informações e auxiliar os decisores políticos.

Nesta revisão sistemática, os autores avaliaram o impacto de fornecer aos pacientes o acesso ao respetivo EHR ou serviços online ligados ao EHR, sob prestação, qualidade e segurança do serviço de saúde. Os autores procuraram por estudos publicados entre 1999 e setembro de 2012. Foram considerados 9 ensaios individuais aleatorizados, 3 ensaios aleatorizados agregados, 4 estudos de coorte e 1 ensaio quase experimental. Os estudos eram da Noruega (3 estudos), Reino Unido (1) e EUA (13).

O que se concluiu: Os pacientes apresentaram uma satisfação melhorada com o acesso online aos respetivos EHR e serviços com prestações padrão, para além de uma melhoria dos cuidados próprios e uma melhor comunicação e ligação aos médicos.

A segurança dos pacientes também foi melhorada quando começaram a identificar erros de medicação nos respetivos EHR e aumentou o uso de serviços preventivos.

O acesso online ao EHR e a serviços por parte dos pacientes levou a um aumento moderado do número de emails, nenhuma alteração em termos de contatos telefónicos e efeitos variáveis no que concerne contacto pessoal com médicos.

Não houve registo de danos ou falhas de privacidade.

Houve uma disparidade no acesso online ao EHR e serviços, com as pessoas de etnia não-branca e de grupos de socioeconómicos mais baixos potencialmente em desvantagem.

São incertos os potenciais benefícios de dar aos pacientes acesso online ao EHR nalguns países e para algumas condições crónicas.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share