Abordagens médicas à Síndroma Respiratória do Médio Oriente (MERS)

Added April 14, 2020

Citation: Morra ME, Van Thanh L, Kamel MG, et al. Clinical outcomes of current medical approaches for Middle East respiratory syndrome: A systematic review and meta-analysis. Reviews in Medical Virology 2018; 28: e1977

De que se trata? Tal como o COVID-19, a Síndroma Respiratória do Médio Oriente (MERS) é uma doença respiratória grave causada por um coronavírus. Alguns dos medicamentos administrados a pacientes com MERS estão a ser considerados para o tratamento de pacientes com COVID-19.

Nesta revisão sistemática, os autores procuraram investigação que avalia o tratamento de pacientes com MERS. Restringiram a sua pesquisa a artigos publicados depois de 1 de janeiro de 2012, mas não a restringiram por idioma de publicação. Fizeram a sua pesquisa em junho de 2015. Identificaram 10 relatórios de casos, 4 estudos de observação e 2 séries de casos.

O que funciona: A combinação de ribavirina com interferon poderá ser eficaz no tratamento de MERS, se administrada de imediato e com monitorização dos efeitos adversos.

O que não funciona: Os corticosteroides não demonstraram benefícios quanto à sobrevivência de pacientes com MERS.

O interferon não demonstrou benefícios quanto à taxa de mortalidade nem quanto à duração da sobrevivência em pacientes com MERS.

 O que não é claro: Nada registado.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share