A intervenção de reabilitação comunitária para pessoas com deficiências em países de rendimentos baixos e médios é eficaz

Added May 6, 2020

Citation: Iemmi V, Gibson L, Blanchet K, et al. Community‐based rehabilitation for people with disabilities in low‐and middle‐income countries: A systematic review. Campbell Systematic Reviews 2015; 11(1): 1-177

O que é: A pandemia da COVID-19 tem provocado uma grande tensão nos serviços de saúde e de assistência social. A pesquisa existente sobre reabilitação comunitária para pessoas com deficiências pode oferecer informação relevante àqueles encarregues da formulação de políticas públicas nesta área.

Nesta revisão sistemática da Campbell, os autores procuram pesquisas que comparassem diferentes tipos de intervenções para reabilitação comunitária em países com rendimentos reduzidos ou médios para pessoas com deficiências físicas e mentais. A pesquisa foi restringida a estudos publicados depois de 1976 mas não foi restringida a nível do tipo ou língua da publicação e fizeram as suas pesquisas em julho de 2012. Foram incluídos 10 ensaios aleatorizados, 2 estudos controlados não-aleatorizados, 2 estudos controlados de antes e depois e 1 estudo de séries temporais interrompido. Os estudos focaram-se em deficiências físicas (6 estudos) ou deficiências mentais (9).

O que resulta: As intervenções de reabilitação comunitária melhoraram os resultados clínicos e aumentaram a funcionalidade e qualidade de vida de pessoas com deficiências em países de rendimentos baixos e médios.

As intervenções de reabilitação comunitária tiveram um impacto positivo na vida das pessoas com deficiências físicas (enfarte e doença pulmonar obstrutiva crónica), pessoas com deficiências mentais (esquizofrenia, demência e deficiências intelectuais), e na vida dos cuidadores de pessoas com demência.

O que não funciona: Nada a observar.

O que é incerto: a relação custo-benefício da reabilitação comunitária para pessoas com deficiências em países de rendimentos baixos e médios é incerta.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share