A integração de serviços de saúde e assistência social melhora alguns resultados dos doentes

Added April 27, 2020

Citation: Baxter S, Johnson M, Chambers D, et al. The effects of integrated care: a systematic review of UK and international evidence. BMC Health Services Research 2018; 18(1): 350

O que é isto?  A pandemia do COVID-19 tem provocado uma grande tensão nos sistemas de saúde e assistência social. As pesquisas existentes sobre a integração de assistência social e de saúde podem fornecer evidências para mitigar isso.

Nesta revisão sistemática, os autores pesquisaramos efeitos da introdução de modelos de integração ou coordenação em serviços de saúde ou assistência de saúde e social em países que eram membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico, com foco em alcançar conclusões relevantes para o sistema nacional de saúde do Reino Unido. Eles restringiram a sua pesquisa a artigos publicados em inglês desde 2006 e fizeram a sua pesquisa mais recente em maio de 2017. Eles incluíram 43 revisões sistemáticas, 54 estudos do Reino Unido, 49 estudos de alta qualidade de fora do Reino Unido com um grupo comparativo e 21 estudos de baixa qualidade de fora do Reino Unido sem um grupo comparativo.

O que foi encontrado: O atendimento integrado parece melhorar a satisfação do paciente, aumentar a perceção da qualidade do atendimento e aumentar o acesso do paciente aos serviços de saúde e assistência social.

No Reino Unido, também se descobriu que um atendimento integrado reduz o tempo de espera do paciente e as consultas ambulatórias, e aumentar a probabilidade de que os desejos de um paciente para o final da sua vida sejam atendidos.

O que é incerto: O impacto do atendimento integrado em alguns resultados, incluindo os custos do serviço eos números de pacientes a usarserviços comunitários e hospitalares, é incerto.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share