A gestão dos corpos de pessoas que faleceram, quer suspeita, quer confirmadamente, de COVID-19 (data da pesquisa: 26 de março de 2020)

Added June 8, 2020

Citation: Yaacoub S, Schünemann HJ, Khabsa J, et al. Safe management of bodies of deceased persons with suspected or confirmed COVID-19: a rapid systematic review. BMJ Global Health 2020; 5(5): e002650

De que se trata? As estratégias para minimizar o risco de infeção durante o manuseamento dos corpos de pessoas falecidas com COVID-19 são importantes para reduzir a transmissão do vírus.

Neste breve relatório, os autores procuraram estudos de qualquer formato que relatassem a eficácia e a segurança de estratégias utilizadas para minimizar o risco de infeção durante o manuseamento dos corpos de pessoas falecidas com uma infeção por coronavírus. Pesquisaram ainda documentos de orientação sobre o manuseamento de corpos de pessoas falecidas por COVID-19, quer suspeita, quer confirmadamente. A sua pesquisa não foi limitada pela língua de publicação e foi realizada em 26 de março de 2020. Identificaram um estudo (evidência com baixo grau de certeza) sobre de autópsias realizadas a doentes com síndrome respiratória aguda grave (SARS) e 23 documentos de orientação que fornecem conselhos práticos sobre o manuseamento de cadáveres de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19.

Conclusões: À data da produção deste relatório, os efeitos de diferentes estratégias para o manuseamento dos corpos de pessoas que, quer suspeita, quer confirmadamente, faleceram de COVID-19 são incertas.

Os documentos de orientação identificados que propõem estratégias específicas para o manuseamento dos corpos de pessoas que, quer suspeita, quer confirmadamente, faleceram de COVID-19 irão ajudar os decisores políticos a estabelecer as suas próprias orientações.

 

Aviso Legal: Este resumo foi escrito por funcionários e voluntários da Evidence Aid. O objetivo é tornar o conteúdo do documento original acessível aos responsáveis pela tomada de decisões envolvidos na pesquisa de evidências disponíveis sobre o coronavírus (COVID-19) que, inicialmente, podem não ter tempo para ler o relatório original na íntegra. Este resumo não pretende substituir o aconselhamento médico e de outros profissionais de saúde, associações profissionais, desenvolvedores de diretrizes ou governos nacionais e agências internacionais. Se os leitores deste resumo acharem que as evidências apresentadas são relevantes para a tomada de decisões, devem consultar o conteúdo e os detalhes do artigo original, bem como os conselhos e diretrizes oferecidos por outras fontes de informação, antes de tomar decisões. A Evidence Aid não pode ser responsabilizada por quaisquer decisões relativas ao coronavírus (COVID-19) tomadas com base apenas neste resumo.

Share